assuntos e pessoas:

O segredo de um caçador de votos

Análises de algo tão subjetivo, como é a política, feita pelo viés objetivo, como o apresentado neste artigo sobre as eleições em Pernambuco, sem dúvida choca, a priori. Antecipar resultados eleitorais a partir de cálculos numéricos é extremamente reducionista. Os números, porém, mostraram tendências que os fatos confirmaram

A escolha de Paulo Câmara para candidato era uma aposta de Campos na estratégia

A escolha de Paulo Câmara para candidato era uma aposta de Campos na estratégia eleitoral de 2012

Foto: Wagner Ramos/PSB

As eleições de 2014 em Pernambuco foram marcadas por fatos bastante significativos. O então governador Eduardo Campos decide concorrer à Presidência da República, rompendo uma aliança histórica com o PT, e indica como candidato do PSB, ao governo do estado, um secretário sem nenhuma experiência em eleições. Ocorre, em seguida, o acidente aéreo que o vitimou e toda a comoção que se seguiu e, ao fim, um resultado eleitoral, no primeiro turno, que surpreendeu até os institutos de pesquisa. O PSB consegue eleger governador Paulo Câmara e senador Fernando Bezerra Coelho e garante, no estado, o primeiro lugar para a candidata a presidente Marina Silva.

Além da derrota para o Senado, o PT não conseguiu eleger nenhum deputado federal, perdendo seus três mandatos atuais, e para deputado estadual conseguiu apenas renovar três dos atuais quatro mandatos. No segundo turno, nova reviravolta: a candidata Dilma (PT) alcança mais de 70% dos votos válidos no estado, superando em muito os 44,2% obtidos no primeiro turno, quando ficou na segunda colocação.

Este artigo apresenta dados de um estudo com base nos resultados das últimas eleições em Pernambuco, tendo como ponto de partida a eleição de 2012 para a Prefeitura do Recife. A partir desse trabalho foi possível prever o resultado eleitoral de 2014, no estado. A súbita saída de Eduardo Campos do cenário político e seus desdobramentos em nada alteraram a hipótese formulada, revelando seu grau de consistência, como se pretende demonstrar em sua derradeira parte. O objetivo é oferecer aos leitores uma abordagem pouco convencional da política, centrada no comportamento dos resultados eleitorais, que fundamenta as reflexões apresentadas. É uma pequena contribuição na qual se procura decifrar a brilhante e vitoriosa estratégia elaborada e executada sob a liderança do ex-governador.


Creative Commons

Creative Commons
Revista Teoria e Debate. Alguns direitos reservados.